“E se a maconha for da boa, que se foda a ideologia”?

por Victor Hugo Liporage, ao Criolo e sua rapaziada, que não se limitam a mudar o mundo do sofá de casa.

Criolo visitou o Rio em maio e marquei presença. O cantor esbanjou músicas com ideologias pesadas, embasadas e de grande coerência com o cotidiano. Em alguns dos seus versos, Criolo canta bem alto:

“Mudar o mundo do sofá da casa, postar no insta

E se a maconha for da boa, que se foda a ideologia”

Esses versos específicos chamam sempre o público pra cantar junto no show do músico. A casa se envolve e podemos ouvi-los em alto e bom som, partindo de todos. Dá a entender que as pessoas se identificam com a mensagem, né?

“Convoque Seu Buda” Criolo

Pois então.

Me veio a cabeça um discurso arrepiante antes do show. A equipe do Circo Voador, a casa de show em questão, veio anunciar alguns parceiros que estavam na área, dentre eles, uma rapaziada de um movimento contra a redução da maioridade penal. Grande parte da galera presente no evento pegou adesivos e tirou fotos estampando o símbolo do grupo.

Durante o show, essas mesmas pessoas estavam reunidas por lá. Alguns com cigarro, muitos bebendo e outros com um beque de maconha. Criolo entrou, chamou todos a convocarem seu Buda e gritou bem alto o verso “e se a maconha for da boa, que se foda a ideologia”.

Com a redução da maioridade penal, jovens de dezesseis anos já podem ir pra cadeia convencional e recebem pena convencional. Quais são seus crimes? Furtos, posse e, principalmente, tráfico de drogas. Esses meninos que vão a cadeia são viciados ou simplesmente frustrados. Eles querem a todo custo se sentir parte e não tem culpa da marginalização pela qual estão frequentemente submetidos. Quem os financia são seus superiores, que os fazem ter que roubar para pagar pela droga que consomem, ou vender outros tipos de drogas para fazerem dinheiro. Dentre essas drogas, a maconha.

A maconha é uma droga? Sim. Assim como o álcool e a bebida também são, mas esses estão legalizados. A questão não é se a maconha faz mal ou não – ao meu ver, muito menos que a nicotina e o álcool – e sim o fato dela, por lei, não poder ser comercializada. O tráfico controla seu comércio. Seus soldados são homens feitos, mas muitos deles também são menores. Quem financia o tráfico? O indivíduo que compra a droga.

Esse indivíduo a consome na praia, em casa ou na casa de show. Ele canta o verso que contradiz todas suas práticas e cola adesivo em campanha contra a redução da maioridade penal. Mal sabe ele que, indiretamente, está contribuindo dia a dia para o direcionamento de mais e mais jovens ao crime.

Entendam: a crítica não é ao consumo da cannabis sativa ou a todas pessoas que estavam naquele show e cantaram juntas aquele verso no início do texto. O problema está no financiamento ao tráfico e o quanto as pessoas podem contradizer suas virtudes. Na real, todo mundo sabe que é errado comprar maconha na boca de fumo. Mas muita gente gosta de consumir de maconha e o único meio de adquiri-la é esse. Todo mundo sabe que tem menor de idade por ali. Todo mundo sabe que esse negócio pode dar cadeia, para ambas as partes, inclusive. Mas parece que o pensamento é de que se a maconha for da boa, que se foda a ideologia.

Mudar o mundo do sofá da casa, repetindo a esmo os versos de Criolo e indo contra seu pensamento sem nem notar, só vai nos fazer retroceder. Se o movimento é pela descriminalização da maconha, vamos protestar, apresentar bons argumentos e compartilhar a ideia. Agora, se queremos reivindicar a presença de menores de dezesseis na cadeia, façamos isso de consciência limpa. Se a gente quer ouvir um bom som e se identificar com a moral passada, vamos fazer jus a moral.

“Ou colocamos nossas crianças na escola em tempo integral, com qualidade de ensino, de alimentação, esportes, tratamento dentário e de saúde, ou daqui há 20 anos estaremos trancados em casa, com medo de criança” Darcy Ribeiro

Anúncios

Um comentário sobre ““E se a maconha for da boa, que se foda a ideologia”?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s